Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Vila do Conde - entre a rua da igreja e a praça josé régio

 * Victor Nogueira

A Rua da Igreja não é apenas aquele sinuoso troço nas traseiras da Casa da Câmara mas é também aquele curtíssimo trecho de edifícios novecentistas junto à Rua 25 de Abril, tendo numa esquina o edifício da Caixa Geral de Depósitos e na outra a Pastelaria Nacional e, defronte, o Largo dos Artistas e a Rua de S. Bento, em descida para a zona ribeirinha. Encoberta fica a Praça José Régio, que pretenderá ser monumental, mas parece-me um "pastiche" arquitectónico híbrido sobretudo da arquitectura do Estado Novo e da "casa portuguesa" de Raul Lino, no centro da qual se encontra uma estátua do escritor que em Vila do Conde nasceu e onde veio a falecer.

A referida Praça é o resultado de uma intervenção urbanística no interior do quarteirão em que se insere, convertido em espaço público. Em 1984 o Município deu-lhe o nome de José Régio, no centro da qual existe a referida estátua, concebida pelo escultor António Duarte. Em 2004, o espaço foi novamente intervencionado com a finalidade de torná-lo um local de convívio, com esplanadas e bancos.

O Largo dos Artistas (antigo Largo do Senhor da Cruz e Largo 28 de Maio) homenageia os artífices locais, onde na Idade Média e Moderna se encontravam os carpinteiros calafates, alfaiates e outros. Estas reuniões prolongaram-se até meados do seculo XX, agora com trabalhadores da construção civil.

Neste monumento, inaugurado a 1 de Maio de 2002 e concebido pelo escultor Manuel Sousa Pereira, figuram a escala humana   um carpinteiro um trolha e um pedreiro.

Na Avenida 25 de Abril - novecentista - e defronte do Mercado Municipal existe dissonante um edifício de autoria do Arqº Siza Vieira, sede da agência local do BPI



Rua da Igreja






(Convento de Santa Clara visto da Rua da Igreja)





Largo dos Artistas






Café Bompastor




 


(conjunto escultórico)



(Café Nacional)



(Caixa Geral de Depósitos)

Rua 25 de Abril











(Supermercado da Praça)





(Posto de Turismo)



(edifício projectado por Siza Vieira)


Praça José Régio





(edifício projectado por Siza Vieira)














(estátua de José Régio)





EU, NA PRAÇA JOSÉ RÉGIO - VILA DO CONDE - ANIMAÇÃO NOTURNA




SOBRE ESTA PRAÇA, em dia soalheiro, VER 

de josé régio ao centro da memória in http://kantophotomatico.blogspot.pt/2015/09/dejose-regio-ao-centro-da-memoria.html

Sem comentários: