Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 27 de março de 2008

Sombra (1) - Falso Auto-retrato. no Mindelo


* Foto Victor Nogueira
.
.
Nota - Sempre estive convencido que esta foto era um auto-retrato. Mas depois de publicá-la aqui reparei naquilo que para mim é uma incongruência: o verde no canto inferior direito. Sendo assim, a foto não foi tirada por mim mas pela Fátima, seguindo indicações minhas e a partir da rua para a varanda. O reflexo do braço não é segurar na máquina fotográfica virado para a parede, mas uma das minhas brincadeiras: fazer a continência ao fotógrafo, à minha frente. O seu a seu dono e o mérito à fotógrafa. 2008.04.06
.
.

7 comentários:

Luís Galego disse...

muito interessante....mesmo!!!

Paulo Sempre disse...

Interessante!

Maria Faia disse...

Olá Vitor,

Gostei!
Na verdade, olhando a foto que nos apresentas dei comigo a pensar que todos nós vivemos com a nossa pr´pria sombra, uns com medo e outros sem medo dela. Outros ainda, em razão da sua insegurança interior, com medo da sombra dos demais.
Quantas divagações são possíveis através da imagem da sombra...

Um abraço amigo,

Maria Faia

A Luz A Sombra disse...

Interessante esta fotografia, bom jogo de cores e sombras, tecnicamente perfeita.
Até que enfim aparece um bom album blog de fotografia e para quando até ao Olhares?...
Bj
A Luz A Sombra

São disse...

Gostei, mas gostaria de ver mais do que a sombra.
Sabes que Évora é das cidades que mais gosto?
Saudações

Miriam disse...

Victor obrigada por enviar-me este endereço, pois eu já conhecia um dos seus blogs, mas este é melhor ainda. Fiquei admirada com o seu trabalho.
Bjs.

Maria Clarinda disse...

Vitor um excelente auto-retrato.
Sombras...sempre misterioso este jogo, que, como fotografia fica mais adensado.
Jinhos