Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Vila do Conde - em torno da Praça Velha e da Praça Nova

* Victor Nogueira



A Praça Velha, actual Largo Antero de Quental, situada na zona denominada Cimo de Vila, era até ao século XVI o centro cívico onde se localizavam o primitivo edifício da Câmara e o Pelourinho, para além da realização de transacções comerciais ou mercantis. Desse tempo praticamente nada resta, salvo alguns vestígios  nos Armazéns do Sal do Convento de Santa Clara, donatário da Vila.  Em 1538 foram rasgadas a Rua Nova (para ligação ao núcleo urbano da zona ribeirinha e aos estaleiros navais) e a Praça Nova, actual Praça Vasco da Gama, e nesta construída a nova Casa da Câmara entre a Igreja de S. João Baptista e a Igreja e Hospital da Misericórdia, incluindo a tansferência do  Pelourinho.  Em 1516 D. Manuel I havia concedido à Vila novo foral, que substituiu o que havia sido concedido por D. Dinis em 1296. Nesta era de 2016 nos Paços do Concelho e zonas adjacente flâmulas ondulam aos ventos, em comemoração do 500 º aniversário da Concessão  do Foral Novo

Praça Velha
(actual Largo Antero de Quental)


esquina com a Travessa do Laranjal


Casa (reconstruída) onde viveu Antero de Quental, esquina com a Rua da Costeira






Esta casa situa-se na Rua Camilo Castelo Branco, que desemboca na Praça Velha

Largo da Roda dos Engeitados



Rua da Costa


Portas manuelinas na Rua da Costa, cerca da Praça Velha, onde se encontravam o Armazém de Sal do Convento de Santa Clara 


Na casa branca à direita viveu Eça de Queirós, em criança





Palacete do Costa, em ruínas, que suponho ter pertencido  família Carneiro Pizarro e seria anteriormente do Comendador António Fernandes da Costa


o edifício anterior visto da Rua da Igreja ...



... e da Rua Comendador António Fernandes da Costa

Rua da Igreja

  





Praça Nova 
(actual Praça Vasco da Gama)



Igreja de S. João Baptista


Pelourinho


Capela dedicada à Agonia de Jesus Cristo.




Fontanário




Pelourinho e Paços do Concelho



Memorial comemorativo do 25 de Abril

Largo e Rua da Misericórdia



Igreja, Casa do Despacho e Cruzeiro



Centro Hospitalar







Sem comentários: