Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Revista de fotojornalismo LIFE completa 75 anos



23.11.2011 23:03


Nos últimos três quartos de Século, não houve orgulho maior para um fotógrafo do que ver um trabalho seu publicado na LIFE, sobretudo se conseguisse a capa. A publicação norte-americana tornou-se um autêntico catálogo da História do Século XX. A 23 de Novembro de 1936 foi publicado o primeiro número da revista de fotojornalismo - ou seja, faz hoje 75 anos.


A II Guerra Mundial foi muitas vezes capa com imagens ainda hoje reconhecidas em todo o Mundo.

Entre as fotografias mais emblemáticas estão os bombardeamentos a Itália, as batalhas em Iwo Jima e a libertação dos campos de concentração.
A família Kennedy foi uma das mais fotografadas. A primeira capa com John e Jackie Kennedy foi publicada em 1953. Eram ainda um casal de namorados.
Nos arquivos está também a imagem de Marilyn Monroe a cantar para JF Kennedy.
Outra das fotografias exclusivas da LIFE é do assassinato de Robert Kennedy em 1968.
A primeira fotografia de um embrião foi publicada na edição de 30 de Abril de 1965.
No final dos anos 60, o Mundo olhava para a Lua. E, as primeiras viagens foram muitas vezes capa da LIFE.
A chegada de Neil Armstrong teve direito a fotos exclusivas.
Música e cinema estiveram também muitas vezes em destaque.
A visita dos Beatles a Miami fez a capa da revista em 1964.
A LIFE foi criada por Henry Luce, também fundador da Time e da Fortune, e deixou de ser publicada em 2000.
Hoje são apenas publicados números especiais. Todo o arquivo, que faz a história dos últimos 75 anos, pode ser consultado na Internet.

Sem comentários: