Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

De Lisboa a Luanda e regresso, entre 1942 e 1946

* Victor Nogueira

Em 1942 os meus avós e tios paternos rumaram para Angola, onde o meu avô ia exercer as funções de químico-analista na Fazenda Tentativa, da Companhia do Açúcar de Angola, no Caxito, nas margens do Rio Dande, a cerca de 60 k, de Luanda, com um contrato de 4 anos. O meu pai ficara no Porto a concluir o curso de engenharia, juntando-se-lhes em 1944. Sobre essa estadia ver Fazenda Tentativa - Álbum fotográfico de José Luís Castro Ferreira

As viagens de ida e regresso foram em navios de passageiros transatlânticos, durando cerca de 19 dias. Os navios faziam escala em vários portos, como Funchal, S. Tomé e Ilhas Canárias, entre outros.

A ida para Luanda, no navio "Cuanza", em 1942










Fotos em 1942.08.26 , um dia antes de chegar ao Zaire

Nas fotos a Bita e a Melita, filhas dos que vieram a ser meus padrinhos de baptismo, o  António dos Santos Jr e a Cristina

O  navio "Cuanza", da CNN (Companhia Nacional de Navegação) 


O regresso no "Mouzinho de Albuquerque" (1946.10)


 O embarque em Luanda




Em viagem




No Funchal

Fotos em 1946.10


Programa de Festa a realizar  no Paquete "Mouzinho" pelos passageiros da 3ª classe em 21 de Outubro de 1946


Paquete "Mouzinho de Albuquerque" , da Companhia Colonial de Navegação (CCN) in "Marcofilia de Angola" - "Correio Marítimohttps://sites.google.com/site/celiojgf/correio-maritimo

Sem comentários: