Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 18 de setembro de 2010

A releitura dos “Cristais” através do olhar de Tânia Bellora na Galeria de Arte da UCPel

Publicado em 18 setembro 2010, por Deco Rodrigues
.
cristais tania bellora garte 266x200 A releitura dos Cristais através do olhar de Tânia Bellora na Galeria de Arte da UCPel
.
Uma alquimista da luz. Assim pode ser definida a artista Tânia Bellora que há dois anos rompe paradigmas quando o assunto é fotografia. “Nada substitui a experiência de ver”, garante Tânia. O convite para esse novo olhar é feito através da exposição “Cristais”, que permanece de 21 de setembro a 15 de outubro na Galeria de Arte da UCPel, das 8h às 22h, com entrada franca. “Olhar para uma imagem, explorar suas potencialidades narrativas, eliminando as fronteiras entre as diferentes formas de expressão, produção e circulação no mundo contemporâneo, tornou-se para mim não só um desafio como também uma atividade repleta de possibilidades”, explica.
.
Em meio a um fantástico passeio pelas possibilidades da fotografia ela transformou pequenos cacos de vidro e lascas de objetos, em belas fotografias contemporâneas. Ela conta que na sua percepção os cristais sempre despertaram uma ligação com o belo. “Ao cristal está associada a beleza e a pureza da vida”, sentencia. O começo desse novo momento de criação fotográfica surgiu ao encontrar na terra pedaços de vidro. “Brilhavam como verdadeiros cristais e apresentando ainda, pelo menos aos meus olhos, uma beleza singela e não menos encantadora”, lembra. E foi assim que surgiram as primeiras imagens, imersas em cores, brilho e texturas diversas. “Pensei em fazer uma mostra fotográfica dotada de uma densidade poética e instigadora”, resume.
.
Para dar ao espectador a dimensão da subjetividade da obra, os objetos fotografados estarão expostos em pequenas caixas de vidro, possibilitando ao público a criação de novas imagens, a cada olhar. O material que poderia ser visto como sucata é hoje o objeto de desejo de Tânia. “As imagens são articuladas em uma espécie de narrativa visual daquilo que já teve seu apogeu, mas que permanecia com seu fascínio nostálgico”, detalha.
.
A artista se apresenta pela segunda vez na Galeria da UCPel. No ano passado a mostra “Luz e Movimento” atraiu um público eclético, instigado pela novidade sugerida pela artista. A Galeria de Arte da UCPel fica localizada no saguão do Campus I (Rua Gonçalves Chaves, 373). O horário de funcionamento é das 8h às 22h, sem fechar ao meio-dia. A entrada é gratuita.
.
Serviço:
Cristais
Exposição de fotografia de Tânia Araújo Bellora
Quando?

De 21 de setembro a 15 de outubro de 2010
Onde?

GARTE - Galeria de Arte da UCPel, das 8h às 22h
Endereço: Rua Gonçalves Chaves, 373
Entrada franca
Assessoria de imprensa:
Gabriela Mazza
SATOLEP press
Jornalista - MtB: 9838
Contato: (53) 9983.2398
Msn: satoleppress@hotmail.com
Twitter: satoleppress
.
.

Sem comentários: