Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Montemor-o-Novo - Santuário de Nossa Senhora da Visitação

* Victor Nogueira

Foto jj castro ferreira - Santuário de Nossa Senhora da Visitação visto de Montemor o Novo

A Ermida de Nossa Senhora da Visitação, exemplar de arquitectura religiosa mudéjar, manuelina e barroca, com ampla panorâmica sobre a cidade e arredores, foi edificada no séc. XVI. No século XVII foi instituída a respectiva Confraria dos Escravos de Nossa Senhora da Visitação.

No interior, encontram-se painéis de azulejos do séc. XVIII, alusivos à vida de Maria. Na sacristia, na Casa dos Milagres, existe uma colecção com cerca de duas centenas de ex-votos, retábulos pintados, fotografias, partes do corpo em cera, fitas e dois animais embalsamados (uma jibóia e um jacaré), sendo o mais antigo de 1799.

O Santuário foi construído após a descoberta do caminho marítimo para a Índia, em agradecimento a Nossa Senhora, em 1499 no reinado de D. Manuel I.

É um local de peregrinação e de grande devoção religiosa, com estas e Romarias realizadas desde o seu início.


Sem comentários: