Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Loriga - coreto e sociedade filarmónica

* Victor Nogueira


Erguido em frente da Capela de Nossa Senhora da Guia é, presentemente, o único coreto existente em Loriga. Foi mandado construir por alguns dos Loriguenses emigrados no norte do Brasil, que faziam parte de uma grande colónia de oriundos desta zona, há muito anos radicada naquele país. Numa placa colocada neste coreto, datada de 1905, estão inscritos os nomes dos que contribuíram para a sua construção. A Vila possui uma Sociedade Recreativa e Musical Loriguense, fundada em 1906 e sediada no Solar da Redondinha, dos antigos industriais dos lanifícios.





















Fotos Isabel M.










Sede da Sociedade Recreativa e Musical Loriguense

Sem comentários: