Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 25 de junho de 2020

Guimarães - Santuário de Nossa Senhora do Carmo da Penha

* Victor Nogueira


[Eu, o avô Barroso e o tio Zé] Fomos a Famalicão, à Feira anual. Lá vendia se gado bovino e asinino, cerâmica, louças, roupas, arreios, etc. Há também uma feira semanal às quartas-feiras. No fundo a feira é igual às de Barcelos e Monte Real. Vi algumas mulheres de Viana [do Castelo] com os seus trajos típicos.  É provável que, em Outubro, o avô Barroso me leve à Penha e a Guimarães. (1963.09.29 - Diário III)

Para terminar o passeio fomos até à Penha, passeando por aquelas fragas e por entre os penedos, o que muito me agradou. (NSF - 1968.10.04) 

Tem uma admirável vista, sítio onde afloram enormes pedregulhos graníticos, irrompendo do solo. Num dos blocos graníticos há um memorial esculpido, consagrado a Gago Coutinho e Sacadura Cabral, e noutro a capela de N. Sra. do Carmo. No cimo do monte existe um desgracioso Santuário ponto de romarias e peregrinação. (Memórias de Viagem, 1997)

«As obras de construção iniciaram-se em 6 de Agosto de 1930, segundo o projecto do arquitecto Marques da Silva.

O Santuário da Penha é uma obra construída quase toda em granito da região, com o objectivo de esta se integrar no ambiente que a rodeia. As suas linhas, modernas para altura, não seguem as formas tradicionais, sendo sempre linhas rectas, estando integrada no estilo "Art Deco" da década de 30. A inauguração foi em 14 de Setembro de 1947. » (Wikipedia)

As fotos são de 1959, das férias que a minha mãe passou em Portugal.

Sem comentários: