Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Azulejaria

* Victor Nogueira (texto e fotos)

Ao contrário do que sucede no Sul, as placas toponímicas não são azulejadas nem as paredes ostentam registos. Nenhuma das igrejas cujo interior visitei tem no seu interior paineis de azulejos, salvo numa das capelas. Pelo contrário, as paredes exteriores de moitas delas estão cobertos de azulejos, Esta é a colheita feita., na maioria não historiados.



Barcelos


Vila do Conde - Igreja de Rio Mau


Vila do Conde


Vila do Conde 





Barcelos - Paço dos Condes de Barcelos e Museu Arqueológico



Porto - estação de metropolitano do Bolhão




 Porto - Capela das Almas






Amarante





Remelhe - capela mortuária de D. António Barroso


Mindelo - Rua da Lameira





Vila Nova de Cerveira

Sem comentários: