Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

fortificações entre os rios douro e minho

* Victor Nogueira (texto e fotos)


Nestas minhas deambulações poucas fortificações encontrei. Em Vila do Conde o castro fortificado deu lugar ao castelo e este foi demolido para dar lugar ao Convento de Santa Clara e respectiva Igreja. Em Ponte de Lima a pasagem foi breve e não houve tempo nem ocasião para fotografar o que resta das muralhas medievais. Ficou apenas o Paço acastelado dos Marqueses titulares, semelhante ao  Solar dos Pnheiros, em Barcelos. 


Vila Nova de Cerveira - entrada nas muralhas da vila medieval



Vila Nova de Cerveira 


Torre em Arcozelo,nas margens do Rio Lima



Barcelos - Torre da Porta Nova


Barcelos - Solar dos Pinheiros







Vila do Conde - Forte de S. João Baptista





cividade de Bagunte


Ponte de Lima - Palácio dos Marqueses de Ponte de Lima


Cividade de Terroso

Sem comentários: