Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 9 de janeiro de 2010

Fotografia Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição


Semanário Sol -2010.01.08
Semanário Sol - 2020.01.08
 .
Fotografia
.
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
.
Fotografia
.
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
.
É um exercício íntimo aquele que é exposto a partir desta sexta-feira e até 7 de Fevereiro no Centro Cultural de Cascais: imagens do rosto feminino durante o orgasmo. Clara Pinto Correia deu o corpo ao manifesto do fotógrafo Pedro Palma
 .
São 10 fotografias da bióloga e escritora Clara Pinto Correia em momentos de prazer íntimo, registados pelo marido Pedro Palma, e acompanhados de textos da autora sobre amor e sexo. Sexpressions, ou expressões do sexo, vai estar em exposição no Centro Cultural de Cascais até 7 de Fevereiro.
.
«O projecto não poderia ser com uma mulher qualquer, contratada para o efeito», explica o fotógrafo. «Tinha que ser com a mulher que se ama para que o resultado final pudesse ser credível, verdadeiro», acrescenta.
.
O resultado são imagens de «expressões de ternura, amor, prazer e prazer extremo: o orgasmo», registada através de «três máquinas digitais, montadas em sincronia quase perfeita», capazes de capturar «três imagens por segundo, com a nitidez impossível a uma câmara de filmar».
.
«De aproximadamente 6.000 registos, foram seleccionadas dez fotografias... um trabalho exaustivo com vários dias sem dormir», conta Pedro Palma.
.
«Teremos ido longe de mais, ou a lado nenhum? O que se passa na mente humana, durante o acto sexual, que nos transforma, transfigura, que nos faz ser o que não somos fora deste palco específico onde mais ninguém nos vê? Quem, ou o que somos enquanto fazemos amor?», pergunta o fotógrafo.
.
São questões para tentar responder com estas imagens.
.
SOL / imagens © Pedro Palma
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição
Expressões de prazer de Clara Pinto Correia em exposição






1 comentário:

Mattos disse...

Penso que esta senhora é muito sensual e o seu marido com toda a liberdade -naturalmente com a permissão da esposa- desejaram mostrar com irreverência através das fotos, os sentimentos e desejos "vulcânicos" nas diversas fases em que o mesmo acaba por explodir... e onde o cigarro toma forma em esculpir os lábios que o suportam.