Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Berardo e Cargaleiro inauguram exposições no Museu do Vinho

Semanário Região Baeirradina - 2010-01-08



Aquele que é um dos maiores vultos de sempre das Artes Plásticas, Mestre Manuel Cargaleiro, irá estar presente na inauguração da sua exposição, este sábado, dia 9, pelas 16h00, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia.
.
Entre 9 de Janeiro e 30 de Abril, este espaço Museológico irá ter em exposição uma grande colecção de obra gravada, deste prestigiador Pintor e Ceramista de referência Mundial. 
.


O livro desta exposição conta com texto crítico de outra grande referência da cultura Portuguesa, a Escritora Agustina Bessa-Luís.
A sessão solene, no Auditório do Museu, com a presença do próprio Autor. Pelas 17h00, abrir-se-ão ao público as cinco salas de exposição destinadas a acolher esta grande colecção que retrata as principais referências plásticas deste Pintor. 


.

Mestre Cargaleiro, através do seu longo percurso artístico, tem desde há muito, colocado o nome de Portugal no mais alto patamar das artes plásticas. A sua obra verdadeiramente singular e de elevado sentido estético e plástico, tem sido constantemente reconhecida, quer pelos seus pares, quer por milhares de entusiastas e apreciadores de Arte, quer pelas mais Altas Entidades que tutelam a cultura de diversos Países. 
.

O Mestre Cargaleiro é, indubitavelmente, um dos expoentes máximos da Arte e da Cultura do séc. XX, pelo que esta exposição é uma oportunidade rara para que todos quantos passem pela Bairrada, possam contemplar tão rico património. 

~
 .
Simultâneamente será inaugurada uma exposição de fotografia do Artista Diogo Moreira denominado “Sangue & Corpo DI.VINO – Vinho a Nu”. Uma exposição de fotografia de grande dimensão, concebida propositadamente para este espaço Museológico e que apresenta majestosamente as emblemáticas e históricas Caves Aliança, através da fotografia do nu artístico com o ambiências do vinho. 
.

Este projecto resulta de uma parceria entre o Museu do Vinho Bairrada e a Aliança.


Vinhos de Portugal, contando também com a colaboração do Comendador Joe Berardo que realizou o texto crítico para o catálogo e que também estará presente na inauguração.


RB
.


 
Ver

O néctar dos deuses e um fotógrafo

por Catarina Mendonça Ferreira , Publicado em 08 de Janeiro de 2010  |  Actualizado há 3 horas
.


A sensualidade do corpo feminino uniu-se ao néctar dos deuses sob a objectiva do jovem fotógrafo Diogo Moreira. O resultado está a partir de amanhã no Museu do Vinho da Bairrada




Diogo Moreira é um jovem fotógrafo de Aveiro que recebeu um convite original: fazer uma exposição onde unisse o seu tema de eleição - o nu feminino - e os cenários vínicos emblemáticos da Bairrada.

Entre o parque de barricas de vinho e as caves de espumante e aguardente das históricas Caves Aliança, em Sangalhos, o fotógrafo autodidacta encontrou o cenário perfeito para realizar as sensuais fotografias. "Depois da visita a algumas caves, achei que as Caves Aliança tinham todo o potencial e essência intemporal para as fotografias. Considero que foi um processo criativo muito emocional, todo aquele ambiente e força vínica, a percepção olfactiva... Todos os elementos ajudaram a criatividade", explica Diogo Moreira, que tem como referência o trabalho de fotógrafos como Andreas Bitesnich, Sascha Huttenhain e David Lachapelle.
.
A exposição "Di Vino - Vinho a Nu" - encomendada pela direcção do Museu do Vinho da Bairrada e pela Galeria Nuno Sacramento - é composta por 16 fotografias a cores e a preto e branco, nas quais uma modelo posa entre rolhas de cortiça, barris de vinho e pilhas de garrafas, como veio ao mundo.
.
Ainda assim, Diogo Moreira, optou por não revelar "algumas partes do corpo", para não chocar o espectador. "Gosto de imagens agressivas, poses fortes da modelo onde o corpo feminino é exaltado com a sua beleza natural", explica. "Acima de tudo gosto que as mulheres olhem para as minhas fotos e vejam retratado o seu carisma único, que vejam não a exploração do corpo mas, sim, todo o valor do eu feminino ali retratado e, neste caso, associado a um líquido tão divino e sempre enobrecido ao longo dos tempos." O comendador Joe Berardo deve concordar com esta explicação, porque aceitou apadrinhar a mostra do fotógrafo de 26 anos.
.
A exposição "Sangue & Corpo Di Vino - Vinho a Nu" inaugura amanhã e pode ser vista até 30 de Abril no Museu do Vinho da Bairrada (Avenida Eng.º Tavares da Silva, Anadia), de terça a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e aos fins- -de-semana e feriados, das 11h00 às 19h00.
.
.


919328.jpg


.
.

Sem comentários: