Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 19 de dezembro de 2009

Exposições dão luz à cidade de Angra

Sábado, dia 19 de Dezembro de 2009
A União on line

.
Publicado na Sexta-Feira, dia 18 de Dezembro de 2009, em Actualidade
 .
“Aspectos” de Hermano Noronha é o nome da exposição de fotografia aberta ao público no Centro Cultural de Angra do Heroísmo desde 11 de Dezembro que nos transmite dois conjuntos diferentes de emoções.
 .
Numa iniciativa da CulturAngra inserida no programa de Natal 2009 do Município de Angra do Heroísmo, o fotografo, professor na Escola Básica Integrada de Angra do Heroísmo, conta com um vasto leque de actividades e exposições e com mais do que uma década de experiência nesta área.
.

Numa exposição em que, como o próprio nome indica, estão patentes aspectos da ilha Terceira, que marcam a maturidade do artista, Hermano Noronha articula nesta exposição dois conjuntos diferentes de imagens que segundo o mesmo, reflectem o facto de que “a nossa vida ser rápida e estarmos aqui por pouco tempo”.
.

Num conjunto de fotografias que já foram expostas anteriormente em outras exibições, o amante da actividade fotográfica atesta que as imagens das criptomérias - a floresta, são imagens mais estéticas. As seis novas fotografias que se encontram expostas são as linhas directoras de um novo trabalho que o autor está a desenvolver e que considera um trabalho mais documental e informativo, baseado em imagens estéticas sobre diferentes ângulos tradicionais.
.

O fotógrafo que possui um potencial imagético de inegável sensibilidade revela a sua tecnicidade artística ao apreender os momentos que lhe despertam a atenção. 
.

A exposição estará aberta até ao dia 31 de Janeiro do novo ano que se aproxima.
.

Igualmente inserido no programa natalício de Angra do Heroísmo está a exposição de João Manuel Alves denominada “Presépio Açoriano” no Jardim Duque da Terceira, em Angra do Heroísmo.
.

O homem que à mais de 25 anos se dedica à construção de presépios tradicionais terceirenses que representem a vida nos Açores, foi convidado pela CulturAngra a embelezar a estufa do Jardim Público do município com os principais quadros que marcam o nascimento do Menino.
.

Repleto de elementos naturais da flora da ilha, como o musgo, as rochas vulcânicas e até a água que constitui o riacho que nunca pode faltar nos presépios tradicionais, a exposição estará aberta ao público até ao dia 31 de Dezembro, das 9h00 às 22h00.
 .
Ver todas as notícias
.


Sem comentários: