Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

terça-feira, 12 de maio de 2020

Setúbal - ruína duma fábrica de conservas de peixe



Foto victor nogueira - Setúbal - ruína duma fábrica de conservas de peixe, uma outrora importante actividade económica essencialmente baseada no trabalho super-explorado, precário e sem direitos, com a residência do proprietário anexa. Hoje é uma ruína aberta ao sol, à chuva e ao vento, com detritos e entulho, habitada por sem-abrigo, com restos de móveis catados aqui e além e duas ou três pastas pelo chão, incluindo uma com as folhas de ponto dos trabalhadores e correspondência com a Segurança Social.


Uma tabuleta na fachada desta ruína na Rua Camilo Castelo Branco anuncia que está à venda, para um destino idêntico ao de outros edifícios similares desta zona: construção de habitação. (2018)

Sem comentários: