Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 23 de maio de 2020

Serra do Bouro (Caldas da Rainha) coreto

* Victor Nogueira


oto victor nogueira - Serra do Bouro (Caldas da Rainha) coreto no Largo do Arraial, Granja - rolo 359 (1998.06.15)

Serra do Bouro (Caldas da Rainha)
- Numa povoação que um velho mal-humorado me diz ser a da Serra do Bouro. Noutra ocasião, vagueando de noite pela serra, deparamos com o que resta da estação do caminho de ferro, perdida num ermo, um barracão de madeira longe da povoação. Da estação resta apenas este fantasmagórico armazém, e no chão a marcação do edifício demolido e roseiras do jardim que outrora alindavam o local. Nesta existe uma pequena igreja branca, adjacente ao cemitério e a um coreto de betão armado, com coberto. (1998.02.09 e 24)


Sem comentários: