Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

terça-feira, 28 de julho de 2020

o Fiat 850 de matrícula AAC - 68 - 94




* Victor Nogueira

Este terá sido o automóvel que sucedeu ao Ford Consul,  Foi um carro muito viajado. Transportado de barco para Portugal em 1973, por ocasião da licença graciosa da minha mãe, reembarcado para Angola no ano seguinte e reembarcado para Portugal em 1975, na sequência da independência daquela colónia. Em Portugal fez grandes viagens, de Lisboa a Évora e Amareleja, ao Monte da Arouca (Alcácer do Sal), a Beja e a Santo Amador, sem esquecer as viagens pelo Norte litoral. Em Angola a matrícula foi AAC - 86 - 94. Registado em Portugal, passou a ter nova matrícula: DS - 37 - 15.

Luanda


Da Amareleja para Barrancos, rumo a Encinasola

Na Amareleja


Encinasola


Matosinhos (Natal 1973)


Évora


Santo Amador (Moura) - Monte Vale Vinagre


A caminho do Porto (Natal 1977), com desvio pela terra do antigo contabilista da Direcção Provincial do Serviço de Obras Públicas de Angola (Luanda)


Na Praia do Bispo



No Mindelo


Em Montoito ou Valongo


Em Lisboa, na Calçada da Boa Hora



Em Lisboa, na Junqueira

Em Alcântara (1975)

Sem comentários: