Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Setúbal - Quiosques desaparecidos - Jardim do Quebedo e outros

* Victor Nogueira

Este quiosque, para venda de bebidas, já não existe em 2020. Aparece acidentalmente em fotos minha de 2017, duas das quais no 1º de Maio,  e no Google Maps em imagem datada de 2015.


Pormenor da foto anterior

 Pormenor da foto anterior

Pormenor da foto anterior

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~




Google Maps (2015)

















***

Houve dois outros quiosques desaparecidos em Setúbal, ambos para venda de jornais e revistas. Um situava-se na Avenida Alexandre Herculano, dele havendo ainda foto no Google Maps, datada de 2015. O outro, junto ao Mercado da Conceção, pertencia ao Américo e à Lisete, onde ia comprar os jornais e dar dois dedos de conversa.


Quiosque que houve na Avenida Alexandre Herculano

Sem comentários: