Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Fundação LR Arte e Cultura realiza exposição khoisans

09-04-2010 10:57
Exposição
Fundação LR Arte e Cultura realiza exposição khoisans



Angop
Crianças da comunidade khoisan
Crianças da comunidade khoisan

Luanda - Uma exposição fotográfica e respectivo documentário sobre os povos khoisan e Kamussekele de Angola estará à disposição do público a partir deste sábado (10 de Abril) na Galeria Celamar, Ilha de Luanda.

A exposição, com término previsto para o dia 14 deste mês, é uma iniciativa do cineasta Izequiel Pedro e do repórter de televisão Francisco Júnior Domingos e conta com o patrocínio da Fundação LR de Arte e Cultura.

Intitulada “Quem Somos”, a exposição é resultado de uma obra inédita de pesquisa apurada, que há cerca de um ano levou os pesquisadores angolanos a conviverem com os povos khoisan e Kamussekele, considerados como um dos grupos étnicos mais antigos de Angola.

O evento, que vai contar com a exposição de 63 fotografias e o documentário de 30 minutos, no qual se destacam o modo de vida, a cultura, a linguagem, os rituais, assim como a organização dos kamussekeles.

Em declarações hoje à Angop, Izequiel Pedro, mentor, produtor e director do projecto “Quem Somos”, afirmou que o objectivo é contribuir para o resgate da identidade cultural angolana, principalmente de um povo que se encontra em extinção, contando actualmente com aproximadamente 2.500 integrantes em Angola, espalhados nas províncias do Cunene, da Huíla e do Uíge.

“Com esta iniciativa, pretendemos chamar a atenção da sociedade angolana e das autoridades competentes, no sentido de se criarem condições objectivas com vista a preservação da comunidade kamussekeles e sua integração na sociedade”, enfatizou Izequiel Pedro.

Já o director geral do grupo LR e da Fundação LR Arte e Cultura, Jorge Marques, considera que apoiar iniciativas do género é gratificante porque de alguma forma se está a contribuir para o resgate da identidade cultural do povo angolano e mostrar as novas gerações as origens africanas.

“Sendo Angola um país rico pela sua diversidade cultural, nós enquanto instituição com responsabilidade social não podemos ficar indiferentes a esse tipo de iniciativas que promovam a cultura e a história de Angola”, concluiu.

Os povos kamussekeles nunca se organizam em reinos e nem em estados. Vivem em pequenas comunidades primitivas, orientadas por um chefe e sobrevivem da caça e da recolecção.

Nos dias de hoje, podem ser encontrados um pouco por toda África Austral, divididos em grupos que vai desde o Botswana, Namíbia, Africa do Sul e Angola.  


http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/lazer-e-cultura/2010/3/14/Fundacao-Arte-Cultura-realiza-exposicao-khoisans,e84f61e9-c287-4aa2-bc5f-961958dc26f9.html

.
.

Sem comentários: