Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 3 de abril de 2010

Hino dos Mineiros - Aljustrel (Alentejo)


.
.
Ícone de canal
tr1vel

.
Dedicado a quem faz do trabalho na mina o seu modo de vida.
.
.


Quarta-feira, Novembro 19, 2008

Dia dos Mineiros

mineiros
4 de Dezembro, é o dia consagrado a Santa Bárbara, padroeira dos mineiros. Mas não me apetece esperar para fazer esta homenagem de solidariedade para com a sua luta!
.

.
HINO DOS MINEIROS
.

*Tralalalalalalala*
Morreram nas tuas minas...
*Tralalalalalalala*
Morreram tantos mineiros, vê lá!
Vê lá companheiro, vê lá!
Vê lá como venho eu...
*Tralalalalalalala*
Trago a cabeça aberta...
*Tralalalalalalala*
Que me abriu uma barreira, vê lá!
Vê lá companheiro, vê lá!
Vê lá como venho eu...
*Tralalalalalalala*
Trago a camisa rota...
*Tralalalalalalala*
E sangue de um camarada, vê lá!
Vê lá companheiro, vê lá!
Vê lá como venho eu...*
Tralalalalalalala*
Santa Barbara bendita...
*Tralalalalalalala*
Padroeira dos mineiros, vê lá!
Vê lá companheiro, vê lá!
Vê lá como venho eu...

.
Este é o hino dos mineiros de Aljustrel, inspirado, em Nel Pozu Maria Luisa, um canto anarquista dos mineiros das Astúrias, durante a Guerra Civil de Espanha.
.
Fica aqui a letra original e o tema também


Nel Pozu Maria Luisa
.
Nel pozu María Luisa
Trailarai larai, trailarai
Nel pozu María Luisa
Trailarai larai, trailarai
Morrieron cuatro mineros
mirái, mirái Maruxina, mirái
mirái como vengo yo
.
Traigo la camisa roxa
Trailarai larai, trailarai
Traigo la camisa roxa
Trailarai larai, trailarai
De sangre d’un compañeru
Mirái, mirái Maruxina, mirai
mirái como vengo yo
.
Traigo la cabeza rota
Trailarai larai, trailarai
Traigo la cabeza rota
Trailarai larai, trailarai
Que me la rompió un barrenu
Mirái, mirái Maruxiña, mirái
mirái como vengo yo
.
Santa Bárbara bendita
Trailarai larai, trailarai
Santa Bárbara bendita
Trailarai larai, trailarai
patrona de los mineros
Mirái, mirái Maruxina, mirái
mirái como vengo yo
Patrona de los mineros
Mirái, mirái Maruxiña, mirái
mirái como vengo yo
.

   
.
.

Sem comentários: