Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

domingo, 22 de novembro de 2009

“Escrita com Luz” - Ceja realiza trabalho de fotografia com alunos



.
O Barriga Verde On-Line
22 de Novembro de 2009



O homem sempre procurou meios de reproduzir fielmente a realidade a sua volta e registrar os fatos históricos. Esse sonho materializou-se no século XIX com a invenção da Fotografia. A técnica em fotografia é um meio para chegar a um fim. Este fim, sem dúvida, é a produção da fotografia, considerada por alguns como a manifestação mais democrática da arte. Para tirar uma boa fotografia, em primeiro lugar, é essencial sentir a emoção de viver, observar e ter a criatividade de procurar todos os melhores recursos para poder registrá-la. Como em qualquer forma de expressão artística, seja na literatura, na música ou nas artes plásticas, procuramos comunicar o que sentimos através de diferentes técnicas, específicas para cada proposta, sem, entretanto, deixar que as mesmas prevaleçam e ofusquem a mensagem da obra. E a foto manifesta justamente isto, o sentimento do fotógrafo sobre as pessoas, a natureza e o mundo que o cerca. Unindo o sentimento ao conhecimento que lhes foi apresentado e sob a orientação da professora Talita, os alunos da disciplina de Artes do Ensino Médio do Centro de Educação de Jovens e Adultos de Ibirama realizaram um maravilhoso trabalho, onde nos apresentam o seu olhar para a realidade que os cercam
.
Dante Bonin
.


.
.

Sem comentários: