Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 4 de dezembro de 2010

O humanista Willy Ronis


sexta-feira, 3 de dezembro de 2010


O humanista Willy Ronis

© Foto de Willy Ronis. Les amoureux de La Bastille, 1957.

O fotógrafo Willy Ronis, que morreu no ano passado, é um dos representantes mais ilustres do movimento humanista francês do pós-guerra.Nascido em 1910, o trabalho de Willy Ronis precisou de muito tempo para ser reconhecido, o que só aconteceu na década de 80. Filho de um fotógrafo judeu de origem russa, Willy Ronis nasceu em Paris. O seu pai lhe presenteou a primeira câmera aos 16 anos. Em pouco tempo tornou-se fotógrafo para ajudar no sustento da família. Retratou Paris em todos os seus aspectos, registrando o cotidiano das ruas no pós-guerra. Em 1946, fez parte da primeira equipe da agência Rapho. Hoje é considerado um dos mais importantes representantes da fotografia humanista. Veja mais fotos de Willy Ronis Aqui
.







Please contact the gallery for current print availability.
To find out more about this artist or arrange to view the works in person please contact katestevens@hackelbury.co.uk
Click on each thumbnail below to view larger size, and to obtain individual print size and price information.
To view ' Willy Ronis: Mountains' click here.

Place Vendome, 1947

Carrefour Sevres Babylone, 1948

Venise Fondamenta Nueva, 1959

Quai Malaquais, 1953

Le Petit Parisien, 1952

Aubagne, 1947

Prague, 1967

Les Amoureux de la Bastille, 1957

Nuit au chalet, 1935

Rue Muller, 1934

Deena de dos, 1955

Les Adieux

Le Nu Provencal, 1949

Une minute de repos, 1945

Creteil, 1957

Le Vigneron Giroudin, 1945

Joinville, 1947

Rue Rambuteau, 1946

Quai de Tuileries, 1953

Summer holiday, 1946

Vincent Aeromodeliste, 1952

Vincent sleeping, 1946

To school, 1959

Belleville, 1959

La peniche aux enfants, 1959

La Ciotat, 1947

Le Depart d’un Morutier, 1949

Avenue Simon Bolivar, 1950

Chez Victor, 1955

Bois de Boulogne, 1954

Printemps, 1934

.
.

Sem comentários: