Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Ensaio inédito comemora mês da Consciência Negra


O lançamento da mostra será no próximo dia sete, às 14h, no foyer da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, nos Barris

01.11.2010 | Atualizado em 01.11.2010 - 13:23
 


Redação CORREIO
Um poema, um suporte e mais de quatro séculos de história. Salvador, “Capital Negra do Brasil”, começa o mês de novembro com uma exposição inédita: “Áfricas”, ensaio fotográfico do artista Sinval Garcia (São Paulo), inspirado no texto “Negros”, de Solano Trindade. O lançamento da mostra – aberto ao público – será no dia 7 de novembro, às 14h, no foyer da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris, Salvador).
.
A montagem, que fica em cartaz nos Barris até dia 13 de novembro e entre os dias 15 e 30 estará na Praça Pedro Archanjo (Pelourinho), propõe reflexões sobre o “ser negro” e as importantes influências culturais africanas absorvidas no país. O artista convida a refletirmos que “somos todos um, sem a noção simplista de etnia ou nacionalidade”, acenando para o resgate da cultura negra e seus valores.
.
As imagens em pequeno formato foram o meio estrategicamente pensado para essa montagem, na qual os modelos negros e a fotografia sugerem interpretações diversas entre o jogo de luz e a expressividade cultural que carrega a pele. “Eu, como artista visual, me aproprio da fotografia.
.
Acredito que à fotografia cabe bem o papel, ou seja, descobrirmos que tipo de consequência existe no ato de interpretar o mundo, de uma forma ou de outra", considera o artista.
.
No texto “Negros”, o poeta pernambucano Solano Trindade dizia: “(...) Só os negros oprimidos / escravizados / em luta pela liberdade / são meus irmãos / Para estes tenho um poema grande como o Nilo”. Pensando na maneira de como expressar a poesia que vivenciou ao ler isso, Garcia, através das imagens, provoca: “O que me interessa é o embate direto: eu olho, eu vejo, eu penso. Se é para olhar e refletir, que a gente pense”.
.
O artista
Nascido em 1966, Sinval Garcia, que vive e trabalha em São Paulo (SP), traz um currículo repleto de projetos visuais utilizando a imagem em suas diversas possibilidades de articulação.
.
Formado em Artes Visuais pela Escola de Comunicação e Arte da Universidade de São Paulo (ECA/USP), participou, entre outros eventos, de salões de arte como o Internacional Ibero-Americano de Fotografia Abelardo R. Antes (Havana/Cuba, 1997), Salão da Bahia (Salvador/BA, 1995 e 1998) e 29º Salão de Arte Pará (Belém/PA, 2010). As informações são da Agecom.

Sem comentários: