Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 5 de junho de 2010

FOTOGRAFIA Arte em preto e branco

  04/06/2010 | N° 10757Alerta

Fotógrafos de todo o Brasil se reúnem neste fim de semana em Caxias para a Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco, que exibe 120 imagens até 2 de julho

Caxias do Sul – A partir de hoje, a cidade recebe a XXVI  Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco, uma das mais importantes exposições do gênero do país, promovida pela Confederação Brasileira de Fotografia (Confoto) e organizada pelo Clube de Fotografia de Caxias do Sul, que completa 30 anos em 2010. A mostra já passou por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Londrina e Blumenau.

O vernissage ocorre amanhã, às 20h, na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim. Foram 2.094 imagens enviadas de 39 fotoclubes de 11 Estados. Destas, 120 foram escolhidas para compor a exposição, que terá visitação até o dia 2 de julho. Na noite de sábado também ocorre a premiação das três melhores fotografias e a entrega de 17 menções honrosas para fotos-destaque.

– Na fotografia em preto e branco nós temos elementos mais sutis para analisar, como a luz, a sombra. Estamos acostumados a ver fotografia colorida, e não a perceber a beleza do preto e branco. Além disso, aproximarmo-nos do PB significa recuperar processos em extinção em função da fotografia digital – explica Alexandre Santos, um dos jurados.

O presidente da Confoto, Sidney Luis Saut, explica que a Bienal de Caxias do Sul já é um sucesso devido ao número recorde de fotos enviadas. Na última edição da mostra, em 2008, foram inscritas cerca de 1,3 mil imagens, quase mil a menos que neste ano. Saut afirma que dentre os eventos de fotografia, os segmentados em imagens PB são os mais importantes.

– O mundo inteiro mantém essa categoria como uma fotografia clássica. É o segmento mais difícil de se trabalhar, porque só se usa as tonalidades preto e branco, com a intermediária, que é o cinza. E fazer arte com esses dois tons não é fácil – diz Saut.

De acordo com o presidente do Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul, Adriano Soldatelli, é esperada a visita de cerca de 100 profissionais de todo o Brasil. Ele destaca a importância da troca de conhecimentos que o evento proporciona:

– Hoje, a maioria dos fotógrafos não pensa mais a foto em preto e branco. Ele faz a foto a cor e, depois, com os programas digitais que são oferecidos, produz uma foto sem cor. Mas ainda temos membros do clube que gostam de sair com o seu filme e fotografar em PB. É o romantismo, a arte mais pura.

PIONEIRO.com

Confira galeria de Fotos da Bienal de Arte Fotográfia Branco e Preto

louise.pierosan@pioneiro.com
LOUISE PIEROSAN|Especial para o Pioneiro
Exposição
Outra exposição em cartaz é No Tempo dos Trilhos, promovida pelo Clube do Fotógrafo de Caxias.
.A mostra ocorre na Galeria em Transição, no Teatro Moinho da Estação (Augusto Pestana, s/nº). Visitação das 17h às 20h30min.
 

Multimídia

_____
.

 

XXVI Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco

04 de junho de 2010 | N° 16356 - Zero Hora - EVENTOS

BIENAL DE FOTOGRAFIA EM CAXIAS DO SUL

De hoje a domingo, Caxias do Sul sedia uma das mais importantes mostras fotográficas do país, a XXVI Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco. O evento, montado na Galeria de Arte Gerd Bornheim da Casa da Cultura (Dr. Montaury, 1.333), conta com 120 fotografias de artistas filiados a fotoclubes de todo o Brasil. As imagens, que foram selecionadas por uma banca que avaliou mais de 2 mil trabalhos, ficam em exposição de hoje a 7 de julho, disponíveis para visitação de segunda a sexta, das 8h30min às 18h, e sábado, das 10h às 16h, com entrada franca. A abertura oficial da bienal será amanhã, com a premiação dos artistas vencedores, na Casa de Cultura, a partir das 20h. O evento é uma promoção da Confederação Brasileira de Fotografia e do Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul. Neste final de semana, serão realizadas ainda uma série de atividades com os fotógrafos visitantes, como jantares, roteiros turísticos e apresentações artísticas. Mais informações pelo site www.fotoclubecaxias.com.br/bienal.
.
.
http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a2925405.xml&template=3898.dwt&edition=14821&section=998
.
.


Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco

Li na Coluna 3por4, e também recebi e-mail de Celso Tissot, membro do Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul: A cidade de Caxias do Sul sediará a XXVI Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco, uma iniciativa que só valoriza ainda mais a respeitada escola de fotografia Gaúcha.
 
A Bienal de Arte Fotográfica será de 04 a 06 de junho próximo, programe-se. Imagens de Joel Jordani, excelente fotógrafo, único, que se foi este ano, ilustram as páginas e os cartazes. Entre aqui na página. Abaixo o painel de divulgação, com 33m, bela sacada, está exposto no Largo da Estação Férrea.
.
Foto - Lucas Fagundes  Arte do Grafite - Fábio Panone.

    .
    .
    _____
    .
    .
    .
    .

    Sem comentários: