Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Romaria do Senhor da Pedra, em 1940

* Victor Nogueira



foto de família - Romaria do Senhor da Pedra 1940 - Da esquerda para a direita, o meu pai, os meus avós Alzira e Zé Luís e os meus tios Lili e José João. Presumo que de avental esteja a empregada doméstica.


«A Romaria do Senhor da Pedra, na Paróquia de Gulpilhares-Vila Nova de Gaia, realiza-se no Domingo da Santíssima Trindade e tem a duração de 3 dias, culminando com a procissão na Terça-Feira. 

Noutros tempos os romeiros dirigiam-se de manhã cedo em direcção à Capela a pé, por vezes, formando rusgas. As mulheres levavam à cabeça a "condessa", cesta onde aconchegavam o farnel. O homem transportava o vinho em cabaças ou mesmo em chifres de boi.» 


Lenda do Senhor da Pedra:

«Reza a lenda que quando os habitantes de Gulpilhares se preparavam para construir uma ermida ao Senhor da Pedra, no terreiro conhecido por arraial, era frequente aparecerem sobre os rochedos junto ao mar um certa luz.

Todas as noites essa mesma luz misteriosa reaparecia fazendo os habitantes acreditar que seria um sinal do Céu.


Por este motivo, desistiram da construção da ermida no arraial e resolveram construir a capela no sítio onde a luz costumava aparecer, ou seja, em cima de um rochedo à beira-mar.

Nesse rochedo, atrás da capela, existe incrustada uma marca semelhante a uma pegada de boi.

Os habitantes desta terra acreditam ser de um boi bento (boi que afagava o menino Jesus na manjedoura).

A Capela do Senhor da Pedra – História:

A capela do Senhor da Pedra situa-se na praia de Miramar, na freguesia de Gulpilhares no concelho de Vila Nova de Gaia. Esta capela foi construída em 1686 sobre um rochedo, tem um formato hexagonal e possui um Altar-mor.

É considerada um local de culto e peregrinação. Anualmente, nesta praia, é realizada uma romaria ao Senhor da Pedra. Esta festa remonta de uma tradição muito antiga e é realizada no domingo da Santíssima Trindade e prolonga-se até à terça-feira seguinte.


Diz a tradição que a capela do Senhor da Pedra ora pertence ao mar como à terra. Vista do mar é, sem dúvida, um ponto de referência para os pescadores.Anualmente é visitada por centenas de pessoas que são atraídas pela sua “magia” sendo conhecida também por “casa dos milagres”.

Os antigos acreditam que a imagem de Cristo terá ido ali parar vinda do mar. “Que num belo dia pousou sobre aquela pedra onde, mais tarde, veio a ser erguida a capela”. Daí o seu nome “Senhor da Pedra”.

Dizem que esta é a única igreja virada de costas para o mar.»

20 Dezembro, 2018 Radio_Portuense
A misteriosa Lenda da Capela do Senhor da Pedra |


FOTOS in
História e Lenda da Capela do Senhor da Pedra

Sem comentários: