Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sexta-feira, 10 de março de 2017

Mário Cruz, “Talibes - Modern Day Slaves”

CULTURA
Livro sobre os “escravos dos tempos modernos” é lançado este sábado

01.10.2016 às 13h08

O livro do fotojornalista Mário Cruz, “Talibes - Modern Day Slaves”, estará disponível em edição quadrilingue (português, inglês, francês e árabe) nas 23 lojas da FNAC no país



“Talibes — Modern Day Slaves”, que valeu este ano ao fotojornalista três grandes prémios de fotografia, estará disponível em edição quadrilingue (português, inglês, francês e árabe) nas 23 lojas da FNAC do país






ivro “Talibes — Modern Day Slaves”, do premiado fotojornalista Mário Cruz, que testemunha o tráfico e a exploração infantil de crianças e adolescentes que vivem em escolas corânicas do Senegal, vai ser lançado este sábado, no Fórum da FNAC Chiado, em Lisboa.

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa estará presente no lançamento, que começa às 18h00. O livro, que será apresentado pelo jornalista Fernando Alves, valeu este ano a Mário Cruz três grandes prémios de fotografia: o World Press Photo, na categoria Temas Contemporâneos, o Pictures of The Year Internacional (3.º lugar) e o Estação Imagem — o maior prémio do fotojornalismo português.

“Talibes — Modern Day Slaves” mostra 70 fotografias a preto e branco que Mário Cruz tirou no verão de 2015 no Senegal e na Guiné-Bissau, um conjunto que documenta e alerta para a existência de falsas escolas corânicas no Senegal, onde mais de 50 mil crianças são escravizadas, torturadas e abusadas. Muitas delas, revela a reportagem do jornalista de 28 anos, são traficadas a partir de países limítrofes ao Senegal, como é o caso da Guiné-Bissau.

Mário Cruz, que trabalha na agência Lusa, tomou conhecimento das falsas escolas corânicas em 2009, durante uma reportagem na Guiné-Bissau, onde ouviu falar de crianças que estavam a ser levadas para o Senegal para serem escravizadas por líderes religiosos. Investigou a situação durante dois meses.

“Talibes — Modern Day Slaves”, publicado pela FotoEvidence, estará disponível numa edição quadrilingue (português, inglês, francês e árabe) nas 23 lojas da FNAC no país.

http://expresso.sapo.pt/cultura/2016-10-01-Livro-sobre-os-escravos-dos-tempos-modernos-e-lancado-este-sabado-1

“Talibes - Modern Day Slaves”





















http://www.mario-cruz.com/talibes-modern-day-slaves/

Sem comentários: