Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

domingo, 6 de março de 2011

Photoandando por Coimbra !

.
.
De: | Criado: 02/11/2009
Jose Afonso - Saudades de Coimbra (Do Choupal até à Lapa)

.

Saudades de Coimbra (Fado) - Verdes Anos

.
e: | Criado: 21/12/2008 Envie este video a quem é fã da cidade de Coimbra e da expressão cultural mais portuguesa, o Fado. A canção Saudades de Coimbra, celebrizada por Edmundo Bettencourt, interpretada pelo Grupo de Fados Verdes Anos. Aqui podem ver-se algumas imagens históricas e actuais de Coimbra onde se retratam a Universidade, a Fonte dos Amores, o Choupal, a Lapa dos Esteios, ou a Serenata Monumental.

Saudades de Coimbra (Edmundo Bettencourt)

Oh Coimbra do Mondego
E dos amores que eu lá tive [2x]
Quem te não viu anda cego
Quem te não ama não vive [2x]

Do Choupal até à Lapa
Foi Coimbra os meus amores [2x]
A sombra da minha capa
Deu no chão abriu em Flores [2x]
.
.
.
De: | Criado: 02/12/2006
Coimbra, third portuguese city (in size and population), its university, and its fado: a ballad.
Balada de Coimbra - António Paredes
.
.
.
De: | Criado: 11/01/2009
Carlos Paredes (1925-2004) - "Arco de Almedina"

O "Arco de Almedina", também conhecido como Também conhecida como Porta de Almedina, era a entrada principal da antiga cidade medieval de Coimbra e ainda hoje por ela se acede à parte alta da cidade. Testemunho indiscutível da presença árabe nesta cidade, fazia parte das muralhas que a defendiam, implantadas ao longo da Couraça de Lisboa e da actual Rua Ferreira Borges, contornando depois para a área delimitada pelo actual Museu Nacional Machado de Castro. Do que resta da muralha são ainda identificáveis, para além desta, a Porta da Barbacã, a Torre de Anto, uma torre na Casa de Sub-Ripas, etc.
.
.
.
De: | Criado: 16/09/2008
Carlos Paredes (1925-2004)

"Coimbra e o Mondego", uma homenagem do grande mestre da guitarra portuguesa ao rio e à cidade. O tema é composto por três movimentos, por vezes designados por "Variações sobre o Mondego nº.s 1 a 3".
.
.
.



Coimbra menina e moça

Letra e música: ?
(fado de Coimbra)


Coimbra menina e moça

Rouxinol de Bernardim [bis]
Não há terra como a nossa
Não há no mundo outra assim. [bis]

Coimbra é de Portugal
Como a flor é do jardim [bis]
Como a estrela do céu
Como a saudade é de mim. [bis]
Fernando Carvalho
.
http://natura.di.uminho.pt/~jj/musica/html/fadosDeCoimbra-coimbraMeninaEMoca.html
.

De: | Criado: 09/08/2008
.
Coimbra, uma das mais antigas e belas cidades de Portugal. Associada aos estudantismo desde o reinado de D.Dinis, isto lá pelo séc. XIII, também teve a sua expressão de uma boémia alegre e fadista. Criou mitos e lendas, como o milagre das Rosas e os amores de Pedro e Inês, das laranjas para o futebol da Associação Académica-que prazer ver jogar algumas das equipas da Briosa, cujo lenda principal ainda vive entre nós, o Grande Capitão Mário Wilson,com os seus 80 anitos. Cidade de adopção de grandes tocadores e fadistas, como o Hilário, outra lenda, o Menano, o Luís Gois, o Portugal, o Fernando Machado Soares, o Adriano, o Zeca Afonso, já quase todos desaparecidos, mas que deixaram na cidade do Basófias a sua marca, quer fadista, estudantil, boémia, poeta, política.
.
Passear em Coimbra é um prazer e um cansaço; do Choupal até à Lapa, recordar o antigo Calhabé, subir à Universidade e ouvir o Cabra; Ver a Sé Velha e o túmulo do nosso primeiro rei que fez aqui a sua capital. Subir ao Penedo da Saudade, passear na Quinta das Lágrimas, espreitar a ternura do Portugal dos Pequenitos, obra fascista ou não, mas que é um encanto. E relembrar essa figura que foi o Dr. Byssaia Barreto na luta contra uma das doenças mais graves que existiram em Portugal.
.
Depois ainda podemos saltar a Coninbriga e ver o que os romanos nos deixaram. Inesquecível.
.
O Fado tradicional de Coimbra, Menina e Moça, interpretado pelo Coral dos Antigos Estudantes, dá o toque a fotos que apanhei na net, quer em site de amigos, quer ao acaso.

Sem comentários: