Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

terça-feira, 8 de março de 2011

Photoandando por Beja

.
De: | Criado: 04/06/2010
Com esta toada se imortalizou o imponente Castelo de Beja

Grupo de Cantares Alentejanos da Universidade Internacional - Castelo de Beja 

.

.

CASTELO DE BEJA Sem vídeo


O meu coração
Anda adivinhando
Que há-de morrer cedo
Que há-de morrer cedo
Mas não sabe quando

Castelo de BejaSubindo lá vai
Tu metes inveja
Castelo de Beja
Às águias reais
Às águias reaisTu metes inveja
Subindo lá vai
Subindo lá vai
Castelo de Beja

Se eu tivesse amores
Que me têm dado
Enchia uma casa
Enchia uma casa
Até ao telhado

Castelo de BejaSubindo lá vai
Etc.

.
.http://cantoalentejano.com/cancioneiro/?ver=1&id=16
.
.

Sem comentários: