Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sexta-feira, 4 de março de 2011

Ainda a voz de Amir Sader, com slide-show fotográfico


De: | Criado: 19/10/2008
Pantanal, A Semente, Almir Sater
.
Atirei minha semente
Na terra onde tudo dá
Chuva veio de repente
Carregou levou pro mar
Quando as águas foram embora
Plantei sonhos no chão
Mais demora minha gente
Ter na hora um verde puro
Ou dar fruto bem maduro

Um pomar
Meu adubo foi amor
Esperança o regador
Bem na hora da colheita
Lá se vai a ilusão
Foi geada e a seca me
Queimando a floração

Me doeu a impotência
Diante da sorte má
Então eu fiz paciência
Bem maior do que o azar
Convoquei os meus duentes
Pra fazer mutirão
Logo um toque de magia
Passou de mão em mão

Esse ano com certeza
Desengano vai Ter fim
Natureza tem seus planos
Mas não sabe ser ruim
Tão seguro quanto o ar
Ser mais quente no verão
Da semente sei com tudo
Nem que seja temporão

.
.
http://www.lyricsondemand.com/a/almirsaterlyrics/sementelyrics.html
.
.
 .

De: | Criado: 30/05/2008
um poeta musico  - Vaso Quebrado
.
Só percebi quando era tarde
Tudo entre nós foi falsidade
Com esse ar de inocência
Me deixou enfeitiçado
Mas em suas veias
Ao invés de sangue
Corre o pecado

Me decidi não fiz alarde
Nenhum de nós
Vai ter saudade
Se vou lembrar da experiência
Estou pouco preocupado
Mas de suas teias
De hoje em diante
Estou afastado

Tentei mudar as leis
Desprezei velho ditado
Pensei ser ventania
Logo veio tempestade
E não sem razão
A nossa paixão
É um vaso quebrado
Restou só um beijo
E um certo desejo
Nos olhos molhados
Apenas lamento
Que meu juramento
Seja desprezado
Mas o seu tormento
Hoje sai de dentro
De um rádio ligado

Já te esqueci
Fiz minha parte
Só quis pra nós felicidade
Pra que pensar em violência
E um dia ser castigado
Se a pior cadeia
É a dor constante
De ser o culpado

Tentei mudar as leis
Desprezei velho ditado
Pensei ser ventania
Logo veio tempestade
E não sem razão
A nossa paixão
É um vaso quebrado
Restou só um beijo
E um certo desejo
Nos olhos molhados
Apenas lamento
Que meu juramento
Seja desprezado
Mas o seu tormento
Hoje sai de dentro
De um rádio ligado 
.
.

http://www.gugalyrics.com/ALMIR-SATER-VASO-QUEBRADO-LYRICS/210405/
.
.
.


.
De: | Criado: 26/11/2008
Rancho do vale - A saudade é uma estrada longa - Almir Sater
.
.
A saudade é uma estrada longa
Que começa e não tem mais fim
Suas léguas dão volta ao mundo
Mas nao voltam por onde vim

A saudade é um estrada longa
Que começa e não tem mais fim
Cada dia tem mais distâncias
Afastando você de mim

Tantas foram as vezes
Que nos enganamos
Outras vezes nos desencontramos
Sem nem perceber
Mesmo sem razão eu quero lhe dizer
Sem intenção
Ver tudo se perder
Dói tanto, tanto

A saudade é uma estrada longa
Nem é boa, nem é ruim
Vou seguindo sempre adiante
Nunca volto,
Eu sou mesmo assim
A saudade é uma estrada longa
Que hoje passa dentro de mim
Me armei só de esperanças
Mas usei balas de festim
.
.
http://letras.kboing.com.br/almir-sater/a-saudade-e-uma-estrada-longa/
.
.

De: | Criado: 29/11/2007
DEI O MELHOR DE MIM PARA QUEM DEU O MELHOR DE SI... A MÚSICA SOA AOS MEUS OUVIDOS COMO O VENTO E SERVE DE ALENTO AO MEU CORAÇÃO. - Cubanita
.


Cubanita me lembro bem
Que foi paixão à primeira vista
Voce era dentre todas
A mais bonita
Admita que quando voce me viu
Sentiu coisa parecida
Me olhou com aqueles olhos
De bandida
Fez amor como bailarina
Me beijou me enlouqueceu
Mas chorou feito uma menina
Quando amanheceu
Senhorita voce fugiu
Daquela ilha socialista
Algum barbudão te deu
visto de turista
Mas assim que chegou aqui
Caiu na farra capitalista
Andava de limusine com motorista
Hermanita sabemos bem
Foi tão bom quanto tinha que ser
Nos seguimos os nosos caminhos
Porque nos convém
Reconheço bem que voce me avisou
Da sua veia de artista
Sumiu...se evaporou
E não deixou pista
De repente vem gente e diz
Que te viu casada com economista
Um outro te viu
pelada numa revista
Cubanita
Onde estiver
Amsterdã
Ou em Nova Guiné
Será sempre
E não só pra mim
Uma linda mulher

Cubanita linda
Te quiero
E digan lo que digan
Te quiero
Seras bienvenida
Em mi vida
Hermosa señorita
Te quiero 
.
.
http://letras.kboing.com.br/almir-sater/cubanita/
.
.

.
De: | Criado: 20/01/2009 
.
Vida, Vida Bela
.
Intenções, orações, aflições, vamos repartir
Pensando bem, quantos sonhos deixamos pra tras
Outros porém, nós tornamos reais

Vida bela linda vida, só quero viver
Muito tempo ainda, junto com você

Deve existir, um motivo pra continuar
Aonde ir, ou pra onde voltar,
Indecisões, com o tempo só vem aumentar

Às desilusões, sempre tão fatais
Nossos corações, quando podem ser felizes batem muito mais

Vida bela linda vida, só quero viver
Muito tempo ainda junto com você

Vida bela linda vida
Por que não viver
Muito tempo aindo junto com você
Junto com você 
.
.

Sem comentários: