Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

segunda-feira, 7 de março de 2011

Photoandando e cantando de novo por Serpa

.
De: | Criado: 18/06/2010
Imagens da linda Cidade de Serpa- Baixo Alentejo-Portugal
Fotos e Montagem: Bruno Palma
.
.
.
De: | Criado: 05/12/2009
não existe nenhuma descrição disponível

Cântico oh Serpa de Guadalupe-C.G.Amigos do Alentejo do Feijó

.

.

De: | Criado: 04/07/2010
Grupo Coral e Etnografico da Casa do Povo de Serpa

SERPA do ALENTEJO
.
Cantigas de Serpa são
Bagos de trigo nascendo
São bocadinhos de pão
Que só nós sobram em morrendo

Oh! Serpa do Alentejo
És minha terra natal
És das vilas mais antigas
Que temos em Portugal

Que temos em Portugal
Das terras que eu mais invejo
És minha terra natal
Oh! Serpa do Alentejo

Oh! Serpa pois tu não ouves
Os teus filhos a cantar
Oh! Serpa pois tu não ouves
Os teus filhos a cantar
Enquanto os teus filhos cantam
Tu Serpa deves chorar
.
.


Sem comentários: