Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

segunda-feira, 23 de maio de 2016

auto retratos e retratos



auto retrato em Cascais



Continuando o meu balde/baile de máscaras neste carnaval de 2013, um auto-retrato telemovelesco. O poema, esses está aqui, logo a seguir - setúbal 2013 02 11



paço de arcos - auto-retrato em 2014.11.11



Mindelo - auto-retrato ao despertar - 2015 08 27


auto-retrato 2016 05 16


auto-retrato 2016 05 16


auto-retrato 2016 05 16


auto-retrato 2016 05 16


auto-retrato 2016 05 18


auto-retrato 2016 05 18


auto-retrato 2016 05 18


auto-retrato em 2016.05.22 - o despenteado


auto-retrato em 2016 05 21 - Tentei mas não consegui tirar uma foto sorridente, pois já não sou nem bonito nem fotogénico como outrora, Victor Freebird e João Carreira Mas deixo abaixo fotos do tempo em que era jovem e me conheceram

Foto de Victor Barroso Nogueira.

foto de estúdio (1966)

Foto de Victor Barroso Nogueira.

foto de família (pormenor) 1974



auto retrao em photomaton  (1974)

Foto de Victor Barroso Nogueira.

foto de estúdio

Foto de Victor Barroso Nogueira.

auto-retrato (photomaton)  (1970 ?)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~

setúbal - foto de estúdio - 2016.03.23



foto de estúdio - luanda 1954 (pormenor)



auto retrato em 2016.05.23

Sem comentários: