Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

de josé régio ao centro da memória

* Victor Nogueira


Para tratar de assuntos na Indaqua fui pela 2ª vez à Praça José Régio,  ladeada por artérias que muitas vezes e durante anos percorri sem que a ela fosse ter. Decidamente não me atrai a referida praça, onde sobressai uma estátua do poeta olhando para o Convento de Santa Clara, no cimo da colina em cujo sopé se situam. lado a lado as casas onde nasceu e morreu






Sigo pois e de novo na busca da memória de outroos escritores (ver  em busca de escritores por vila do conde). A rua Conde  D. Mendo está em obras e não posso deixar o Fiesta II no parque nas traseiras do Mercado Municipal, pelo que prossigo estacionando na Rua General Lemos, perto duma casa abandonada com escadaria exterior e varanda corrida colunada, que é do tipo duma das casas dos meus sonhos. Um edifício brasonado chama-me a atenção, o Solar de S. Sebastião onde funciona o Centro da Memória (http://www.cm-viladoconde.pt/pages/527 ), com um vasto espaço verde do qual se avista a parte terminal do Aqueduto de Santa Clara. No vasto relvado distribuído por dois níveis e atravessado por jovens que encurtam caminho algumas pedras de cantaria,despojos não identificados. Duma pérgula e lá em baixo, num quintal que da rua se não vislumbra, cultivam-se pencas (couves). Para o lado oposto, um pequeno jardim estilo francês.

Retorno em busca da Praça Velha, da Rua  da Costeira e da Viela da Cordoaria mas não as identifico. Estive na Praça Velha ou Largo Antero de Quental mas não o reconheci. Volto sobre os meus passos ao Fiesta II e retorno ao Mindelo, adiando a exploração para outro dia.























Sem comentários: