Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Trabalhos agrícolas no mindelo 03

*Victor Nogueira


O acesso aos campos agrícolas das traseiras só pode ser feito actualmente pelo único talhão não edificado da rua onde moro. Um dos terrenos corresponde ao seu proprietário e nele uma parte  dos trabalhos é manual. Dizem-me que outrora e aos fins de semana o proprietário  e família faziam a colheita e a desfolhada manualmente mas agora essas tarefas são executadas por máquinas.

O ruído duma máquina fez-me assomar à janela e lá andava um pequeno tractor a gradar o terreno, seguindo-se depois a semeadura feita manualmente seguida por novas passagens do tractor com charrua para enterrar as sementes. Um cão estilo lobo acompanha o tractor, umas vezes plácidamente, outras em corrreria, umas vezes ao lado, outras atrás ou à frente dele.

No quintal saltaricam e chilreiam pequenas aves, por vezes pousando com brevidade no muro, irrequietas, enquanto algumas pombas ou rolas nele pousam ou debicam no campo. Impávidos, os aviões troam os ares. A manhã está soalheira, de céu azul, despido de nuvens, e uma leve aragem agita as roseiras e a árvore da borracha. Entre as brancas borboletas que esvoaçam surgem algumas de asas negras.

 










trabalhador com enxada ao ombro e ancinho na mão



a horta da vizinhança






semeadura manual do grão


ainda os aviões








de novo aviões sulcando os ares



























fotos em 2016.10.31 e 2016.11.01

VER

trabalhos agrícolas no Mindelo 02

Sem comentários: