Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

19 de agosto - dia mundial da fotografia



google - 19 de agosto - dia mundial da fotografia, que teria sido "descoberta" há 177 anos. Hoje ir "tirar o retrato" - na altura acto solene reservado à aristocracia ou à burguesia - já não tem a solenidade de outrora, da foto para a posteridade, mais ou menos hirta e com as melhores fatiotas, de "ver-a-Deus". E já não se tem de estar parado, sem nos mexermos, à espera do "passarinho", com ar grave e sério ou sorridente. 

As máquinas hoje são de bolso, digitais, embora a maioria de quem fotografa desconheça os princípios básicos para obter boas ou apenas razoáveis fotos.Hoje também sem morosos ou dispendiosos processos de revelação e cópia.

A celebração do Dia Mundial da Fotografia tem origem na apresentação oficial do daguerreótipo, a 19 de agosto de 1839, dois anos depois de inventado pelo francês Louis Daguerre.

Divirtam-se e fotografem e se quiserem vejam "Vida e Morte duma Cosina 1000 S (reflex)" em  http://kantophotomatico.blogspot.pt/…/vida-e-morte-duma-cos…

Sem comentários: