Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sábado, 14 de janeiro de 2012

"Grito" de Amália por Gonçalo Salgueiro





Enviado por em 05/02/2008
Gonçalo Salgueiro é uma belíssima voz no Fado, ele canta este poema de Amália como ainda não ouvi ninguém que se lhe compare. Comprovem!

1 comentário:

bluegirl disse...

Acabei de saber da existência deste cantor (Gonçalo Salgueiro)no "Herman 2013",terminado há pouco. Fiquei encantada com a sua voz, que, de seguida, vim procurar na "net". Assim cheguei até aqui e o meu encanto sai reforçado (isto, apesar de não ser apreciadora de fado)! Como também adoro fotografia, pode dizer-se que acertei na "mouche".