Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Carteiros mostram a sua arte fotográfica em Santarém


Sociedade
O Mirante - Diário Online


Duzentas fotografias registadas por carteiros foram editadas em livro e deram corpo a exposição apresentados quinta-feira em Santarém.



Edição de 2012-04-05

foto

A exposição fotográfica “Portugal Connosco - O Olhar dos Carteiros” e o livro com o mesmo título, com 200 fotografias eleitas por um júri das cerca de 86 mil tiradas por carteiros de todo o país no seu quotidiano de trabalho, foram apresentados na quinta-feira na estação de Correios de Santarém.

A iniciativa “Portugal Connosco” envolveu seis mil carteiros de todo o país, a quem foi entregue uma máquina fotográfica, com o desafio de durante um mês retratarem o que quisessem. Ao todo, foram entregues 86 mil fotografias, das quais um júri, integrado por uma curadora, um fotógrafo e um elemento dos CTT, escolheu as 200 que estiveram em exposição em Lisboa nos meses de Dezembro e Janeiro. Da região, apenas a fotografia de uma carteira de Almeirim, com o plano de água da albufeira dos Patudos, em Alpiarça, e de um carteiro de Vila Nova da Barquinha, com a paisagem do Tejo e do Castelo de Almourol, foram eleitas para participar na exposição e no livro.

O livro está à venda nas estações dos CTT espalhadas pelo país e custa 25 euros. Ao longo de cerca de 200 páginas, contém imagens diversas das vivências dos carteiros, desde os pontos mais urbanos às paisagens recônditas no meio de montanhas, passando por diferentes imagens de caixas de correio, placas toponímicas e fotografias de outros géneros. Não faltam também fotografias que os carteiros tiraram aos seus maiores “inimigos” - os cães. Como a foto em que se vê uma carteira abraçada a um cão, separados pelo muro que delimita uma casa, em momento amigável.

Os CTT reclamam que esta é a maior recolha de fotografias no género alguma vez feita em Portugal, constituindo um retrato do país a partir das imagens capturadas pela única classe profissional que todos os dias percorre todas as estradas e ruas portuguesas. “A iniciativa “Portugal Connosco - O olhar dos carteiros” constitui uma afirmação da proximidade e presença diária dos CTT - Correios de Portugal em todo o território nacional junto das populações”, pode ler-se na informação.

Sem comentários: