Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Madredeus - Misterio de Afrodite

 http://www.youtube.com/watch?v=x_YiBhaev38&feature=related
.

.<object style="height: 390px; width: 640px"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/x_YiBhaev38?version=3"><param name="allowFullScreen" value="true"><param name="allowScriptAccess" value="always"><embed src="http://www.youtube.com/v/x_YiBhaev38?version=3" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" allowScriptAccess="always" width="640" height="390"></object>
.

Carregado por  em 10 de Set de 2010
não existe nenhuma descrição disponível
.
.
Mistério de Afrodite Teresa Salgueiro
.
.
Na terra do sol
Uma pérola negra
Brilha perto do mar

Olha a água
com olhos grandes como o coração
Com o coração grande como o oceano

O vermelho do pôr-do-sol
A cor da rosa da madrugada
Levam seu olhar bem longe
Até as noites do branco
Inverno da europa
A água é o mistério de afrodite

mas seu olhar tão longe há um segredo
mas seu olhar tão longe há um segredo
um segredo que é tão íntimo, esotérico
é um segredo sob o signo do escorpião

A água é o mistério de afrodite

A noite azul chega aos trópicos
E desvela as estrelas
Reflexos de luz
Do outro lado do rio mar
Queima como fogo
A saudade cio futuro
O oceano chora
Um universo de paixão
Chegam vento e nuvens
Pêlos olhos da pérola negra
Caem lagrimas de puro amor
A água é um mistério de afrodite


http://www.vagalume.com.br/teresa-salgueiro/misterio-de-afrodite.html#ixzz1OF0KYGlk

Sem comentários: