Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Sernancelhe







fotos victor nogueira - Sernancelhe . pórtico da igreja matriz 

Situa-se Sernancelhe na Beira Alta, limítrofe de dois outros municípios com história - Trancoso (das profecias de Bandarra e terra de cristãos novos, como muitas otras nas beiras da raia com Espanha) e Penedono, com um minúsculo castelo que foi dum dos Cavaleiros medievais conhecidos como Os Magriços ou Os 12 de Inglaterra).

Em Sernancelhe, que pertenceu à Ordem de Malta e que esteve nas mãos dos árabes, nasceu Aquilino Ribeiro e nela me encantaram a granítica Igreja Matriz (tema da fotos ) e uma casa de varanda alpendrada, junto ao pelourinho.

Ao contrário do que relato abaixo ainda restarão ruínas do castelo (partes da muralha e a Porta do Sol)




No cimo desta escadaria foi o castelo de Sernancelhe de que não restam vestígios. Trata-se dum terreiro grande coberto de erva. Quando regressámos ao Fiesta verifiquei que não tinha a chave e seria um bico de obra encontrá-la escondida algures no relvado. Mas a Fátima recordava-se de ter ouvido qualquer coisa a cair e lembrando-se do local. Aqui é a descida em festa para o Fiesta, cabelos soltos ao vento, com as chaves reencontradas.







Sernancelhe
1999.10.29
Fica na Serra da Lapa.
1ª foto – casa com brasão.
Fotos a pelourinho,. Igreja matriz românica. Para o castelo, de que existem apenas ruínas, sobe-se por uma grande escadaria, de vários lances. Lá de cima uma interessante panorâmica das povoação e arredores. 
Perda da chave do carro.
Últimas fotos – pormenor da igreja e brasão de armas.
A vila tem uma parte nova muito desenvolvida e da parte velha pouco resta.

1999.10.30


Sernancelhe é a terra da castanha. O Castelo tem uma enorme escadaria. Foto do alto do castelo à povoação. Foi aqui e neste dia que perdi a chave do carro, no meio da relva.

De Sernancelhe para Penedono não se vêm casas, só terrenos arborizados; a estrada é uma linha recta. Fazemos um desvio para Antas e a estrada é como em Monsanto e Sortelha, com enormes pedregulhos. (Notas de Viagem 1999.10.29/30)


Sem comentários: