Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

terça-feira, 5 de junho de 2012

Digitalize seu acervo de fotos e até mesmo os negativos


Fernando Petracioli, especial para PC WORLD
15-08-2008
Não deixe a memória fotográfica de sua vida ser apagada pelo tempo; digitalize tudo e até corrija o que os anos estragaram. 

 Mas pode haver alguma foto em especial que você queira escanear com altíssima qualidade. Para isso, você pode usar a chamada resolução óptica total do aparelho – que é a capacidade máxima da lente do scanner 'enxergar' o que está na imagem. 
Se não for o suficiente, alguns softwares oferecem a chamada resolução interpolada. Trata-se de uma tentativa de ir além da capacidade da lente; é como se o programa tentasse ‘deduzir’ ou adivinhar os pixels existentes entre aqueles que o scanner conseguiu captar. 
Dessa forma, é possível chegar a uma resolução mais alta, mas essa ‘dedução’ do programa pode acabar sendo equivocada ou exagerada.
Fotos amareladas
Se você acha um problema que o papel das fotos mais antigas já tenha amarelado, saiba que isso pode ter solução. O Photoshop oferece uma alternativa bem simples, que aplicamos em uma foto de coloração já alterada pelo tempo.

antes_depois
Após a digitalização e com sua foto aberta no software, Vá em ImageAdjustmentsHue/Saturation (veja imagem abaixo). No menu drop-sown Edit, selecione Yellows. Na barra Saturation, que controla o nível de saturação, diminua o nível, movendo-o para a esquerda, até que você chegue a um resultado satisfatório visualmente.
menu_photoshop

Mas e os negativos?
Fotógrafos amadores mais cuidadosos com toda certeza ainda guardam os negativos de suas fotos - mesmo as que já foram impressas. Caso queira digitalizar esse tipo de mídia também, saiba que o ideal é ter um scanner específico. 

Existem equipamentos dedicados exclusivamente ao escaneamento de negativos – eles possuem até uma entrada específica para inserir os filmes. 
Há também soluções de adaptação para scanners convencionais – uma peça plástica para encaixar os negativos, além do software com a funcionalidade de reconhecimento e transformação em positivo.
Mas tanto a adaptação, por cerca de 1.300 reais, quanto o scanner especial, que pode chegar a quase 3 mil reais podem não justificar o investimento se a utilização não for profissional. 
Assim, resta mais uma alternativa: pode-se tentar fazer a digitalização dos negativos por meio de um scanner de mesa convencional. Após o escaneamento, abra a imagem no Photoshop e aplique o comando Ctrl+(ou vá em ImageAdjustmentsInvert), que inverte as cores da imagem, tornando-a positiva.
O resultado pode não sair uma maravilha, mas é uma opção aos caríssimos scanners de filmes.

Sem comentários: