Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Meia centena de fotografias inéditas dos Beatles vendidas por 200 mil euros



Registo da estreia dos fab four nos EUA21.07.2011 - 17:59 Por Hugo Torres

  •  
 As 46 fotografias a preto e branco que Mike Mitchell fez do primeiro concerto dos Beatles nos Estados Unidos, em 1964, foram vendidas ontem, em leilão, por mais de 285.450 dólares (cerca de 200 mil euros). O valor é quase o triplo dos 100 mil dólares esperados pela Christie’s de Nova Iorque.
Fotografia licitada por 68.500 dólares, o valor mais alto do leilão
Fotografia licitada por 68.500 dólares, o valor mais alto do leilão (Foto: Mike Mitchell/Christie´s)

As imagens, que permaneceram inéditas até aos dias de hoje, foram tiradas a 11 de Fevereiro de 1964, no Washington Coliseum. Meet The Beatles! tinha acabado de ser lançado nos Estados Unidos, e a euforia com a banda, reflectida nas cinco platinas que o disco alcançou no país, passou para aquela sala habituada a combates de boxe.

Mike Mitchell contava apenas 18 anos, mas, a julgar pelos valores envolvidos neste leilão, conseguiu estar à altura do momento. Uma das fotografias do lote, que mostra os quatro de Liverpool de costas, com as silhuetas desenhadas pela luz, foi licitada por 68.500 dólares (cerca de 47.650 euros). O comprador permaneceu anónimo
.
.“Quando tirei essa fotografia não dei por isso. Não me lembrava dela até ter encontrado os negativos há cinco ou seis anos. Tinha ficado esquecida porque estava muito subexposta e com os métodos tradicionais nunca poderia ser revelada. Pude ressuscitá-la graças à tecnologia digital”, contou o fotógrafo, citado pela Euronews.A segunda fotografia mais valiosa para os licitadores, ontem, mostra John Lennon e Paul McCartney em primeiro plano. Também foi comprada por um anónimo, que decidiu desembolsar 30 mil dólares (cerca de 21 mil euros) pelo objecto. De resto, não houve uma única fotografia, do total de 46, que não tenha sido vendida.Mike Mitchell guardou as fotografias durante quase cinco décadas (problemas financeiros levaram-nos a desfazer-se delas). Ainda se lembra da experiência de as fazer: “Senti-me realmente entusiasmado, o público gritou durante todo o concerto, e eu estava com a imprensa em frente ao palco e recordo quão alta estava a música”.O concerto seguiu-se a uma histórica participação no programa televisivo de Ed Sullivan, que registou o que na altura era uma audiência ímpar, de 74 milhões de telespectadores. .A "Beatlemania" chegava oficialmente aos Estados Unidos.

Sem comentários: