Escrevivendo e Photoandando por ali e por aqui

“O que a fotografia reproduz no infinito aconteceu apenas uma vez: ela repete mecanicamente o que não poderá nunca mais se repetir existencialmente”.

Roland Barthes

.

«Ao lermos uma novela ou uma história imaginamos as cenas, a paisagem, os personagens, dando a estes uma voz, uma imagem física. Por isso às vezes a transposição para o cinema revela-se-nos uma desilusão. Quando leio o que a Maria do Mar me escreve(u) surge perante mim a sua imagem neste ou naquele momento da nossa vida, uma pessoa simples, encantadora, gentil e delicada.»

Victor Nogueira

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

entre Vila Nogueira da Azeitão e a Serra da Arrábida


3 de Outubro de 2013 às 13:41
* Victor Nogueira
1997


  Azeitão

Região aprazível, cuja beleza foi parcialmente destruída após o afluxo populacional facilitado pela construção da ponte de Lisboa sobre o rio Tejo, com as (des)urbanizações de Xavier de Lima, com variadas povoações. Duma parte temos as povoações "antigas", como Vila Nogueira, Vila Fresca e Vendas,.com as suas quintas mais ou menos nobres, como a Quinta das Torres e Quinta da Bacalhoa, com as sua Casa do Fresco. Outra parte é Brejos de Azeitão ou a Quinta do Conde, de crescimento descontrolado.


Vila Nogueira de Azeitão

Desenvolve-se a vila, que já foi sede de município, ao longo da estrada nacional, destacandose num dos extremos a Praça da República, arborizada, com o palácio dos Duques de Aveiro, algo descaracterizado, o pelourinho, testemunho do tempo em que foi município, a igreja de S. Lourenço, as Adegas José Maria da Fonseca e a imponente fonte dos Pasmados. Pelo interior da povoação pequenos largos, sossegados, com casas que o tempo ainda não descaracterizou totalmente. De enfiada, o crescimento urbano foi juntando antigas aldeias, como Aldeia Rica, Oleiros e Aldeia de Irmãos, com os seus palacetes, o largo da respectiva igreja, as casas modestas em ruelas curvilíneas.

Em Vila Nogueira de Azeitão  realiza-se um mercado mensal, ao 1º domingo, que - tal como a Feira de Santiago em Setúbal - perdeu em tipicidade o que ganhou em "racionalismo" e funcionalidade. Com efeito., outrora, o mercado estendia se pela rua principal da vila, numa confusão de bancadas, toldos, vendedores, forasteiros e automóveis, no único acesso para Sesimbra. Hoje o mercado passou para um terreno mais para Norte, com instalações de apoio, vedado ao trânsito automóvel, perto de Pinhal de Negreiros, zona de vivendas, arborizada. Arborização que não chega ao mercado, aberto à torreira do sol ou à chuva de inverno.

Entre os seus produtos típicos destacamse as tortas e o queijo de Azeitão, para além do vinho moscatel. (Notas de Viagem, 1997)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 2013

Parque Natural da Arrábida

O Parque Natural da Arrábida estende-se pelos concelhos de Setúbal, Palmela e Sesimbra comprendendo para além da serra que lhe dá o nome, as serras de S. Francisco, do Louro, dos Barris e de S. Luís e caracteriza-se pela vegetação maquis de tipo mediterrânico caractrística deste microclima. O PNA (reserva bio-genética) inclui áreas de Reserva Integral, como a Mata do Solitário, a Mata do Vidal e a Mata Coberta e uma área de reserva Marinha, o Parque Marinho Prof. Luiz Saldanha, onde se situam o Portinho da Arrábida e a Pedra da Anicha. Para além de fauna e flora prortegidas, possui a brecha impropriamente designada mármore da Arrábida, cuja extracção foi abandonada nos anos 70 do século XX. Existem também no PNA vestígios de dinossauros, constituindo  o Monumento Natural da Pedra da Mua, perto do Cabo Espichel. Para os amantes da espelologia existem grutas com estalactites e estalagmites, como as da Quinta dos Frades ou as da Zambujeira.

Para além de várias praias, como as da Figueirinha ou do Portinho, são de referir os Conventos Novo e Velho assim como várias fortificações que protegiam a entrada na barra - os fortes de Santa Maria da Arrábida, no Portinho, (actualmente Museu Oceanográfico), de Santiago do Outão (actualmente Hospital Ortopédico) e de S. Filipe em Setúbal (hoje Pousada). Sobre o Forte do Outão - que conserva a torre da atalaia mandada construir por D. João I no século XIV - reza a história que a rainha D. Amélia quis nele construir uma residência de veraneio para a família real  - mais uma - mas que foi tão mal recebida na então "republicana" cidade de Setúbal que desistiu do projecto e resolveu nele construir o referido Hospital Ortopédico. Quanto ao Forte de S. Filipe, foi construído durante a ocupação de  Portugal por Castela (1580 / 1640) com a dupla finalidade de proteger a entrada na barra e intimidar o povo de Setúbal, que a esse domínio se  opunha. Restaurada a independência, os setubalenses queriam a demolição do forte pelo que representava mas tal pedido não foi satisfeito.  Da pequena história refere-se também que sendo o dia 5 de Outubro (de 1910) a data oficial da implantação da República (em Lisboa), ela fora proclamada na véspera - 4 de Outubro - em Setúbal, Loures e Moita, importantes centros de actividades republicanas.

Para além de vestígios paleontológicos (pegadas de dinossauros), há testemunhos pré-históricos como são as grutas artificiais da Quinta do Anjo (Palmela) ou tumulares (Calhariz) ou romanos perto de Setúbal (estrada romana e cetáreas da Comenda) perto de Setúbal ou no Creiro (cetáreas romanas) o da Idade do Ferro (Pedrão). Dois poetas "cantaram" a Serra da Arrábida -  Frei Agostinho da Cruz e Sebastião da Gama. Na área de Vila Nogueira existem oliveiras centenárias e protegidas.

As principais povoações confinantes com o PNA - para  além de Sesimbra, Palmela e Setúbal, são Vila Nogueira de Azeitão e Vila Fresca de Azeitão, onde se destacam os Palácios de Calhariz e dos Duques de Aveiro e as Quintas da Bacalhoa e das Torres. O Palácio dos Duques de Aveiro, cujo titular foi mandado executar por D. José I conjuntamente com a poderosa Casa dos Távoras, obstáculos ao poder real absoluto, ainda ostenta a pedra de armas picada e encontra-se degradado. Nele funcionaram o Instituto da Vinha e do Vinho e uma fábrica de tecelagem. O Palácio de Azeitão teve melhor sorte que os dos Távoras, em Lisboa, na altura completamente arrasado e o chão salgado por ordem do rei D. José I, para que no local nenhuma erva crescesse. Em Setúbal noutro Palácio, o dos Duques de Beja . onde funciona o Governo Civil -,foi assassinado o seu titular, este pelas próprias mãos do Rei D. João II, que via naquela poderosa casa senhorial um obstáculo à centralização absoluta do poder real.

Foi Vila Nogueira sede de Concelho entre 1759 e 1855, com hospital da Misericórdia, conservando ainda o símbolo do poder municipal que era o pelourinho. Dois  poetas "cantaram"  a mística Serra da Arrábida - Frei Agostinho da Cruz e Sebastião da Gama. A família deste último explorou uma pousada no Forte de Santa Maria da Arrábida e em Vila Nogueira existe uma pequena biblioteca-museu, municipal, a este último poeta dedicado. 

Dos templos religiosos para além dos conventuais e do Santuário do Cabo Espichel,  merecem referência e visita as igrejas de S. Lourenço (Vila Nogueira) e de S. Simão (Vila Fresca) pela riqueza da sua azulejaria. Na de S. Lourenço é de  referir uma estatueta em terracota - A Virgem e o Menino. No Portinho da Arrábida e por curiosidade cita-se a Lapa de Santa Margarida, com um pequeno templo no seu interior.

Merecem menção o célebre vinho moscatel de Setúbal e os queijos de azeitão, sendo de realçar na doçaria as deliciosas "tortas" e os "ésses" de Azeitão. 

Candidata a Património da Humanidade, nela persiste a exploração de pedreiras nas cercanias de Sesimbra e de Setúbal, neste último caso com uma cimenteira que esventra a terra e na qual a Câmara Municipal PS/Mata Cáceres num Governo PS/Sócrates permitiram a instalação da coincineração.

Embora na Arrábida não existam já lobos ou veados, ainda se encontram raposas, como já me sucedeu ver por duas vezes

ver mais em 
Arrábida - Serra de um poeta





Arrábida a Património Mundial




Arrábida da Serra ao Mar - Património Mundial da Unesco




Vida Selvagem Arrabida da Serra ao Mar


https://www.youtube.com/watch?v=FV9o7705G2M

entre o castelo de sesimbra e o cabo espichel


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Frei Agostinho da Cruz (1540-1619)

(Da Arrábida)


Sebastião da Gama 

Serra-mãe

Cartografia 









Galeria Photographica


Vila Nogueira de Azeitão


Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Palácio dos Duques de Aveiro



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Palácio dos Duques de Aveiro (pormenor da pedra de armas picada por ordem de D. José I)



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Casa das Tortas



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - pelourinho



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - monumento a Sebastião da Gama



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Igreja de S. Lourenço - estátua de A Virgem e o Menino, em terracota



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Igreja de S. Lourenço - azulejaria



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Igreja de S. Lourenço - azulejaria



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Igreja de S. Lourenço - azulejaria



Foto Victor Nogueira - Vila Nogueira de Azeitão - Chafariz dos Pasmados

Serra da Arrábida

Parque Natural da Arrábida - Cartografia


Foto Victor Nogueira - Serra da Arrábida - Convento Novo



Foto Victor Nogueira - Serra da Arrábida - Portinho e Pedra da Anixa



Foto Victor Nogueira - Serra da Arrábida - Portinho e Pedra da Anixa

Forte do Outão



Foto Victor Nogueira - PNA - Forte do Outão



Foto Victor Nogueira - PNA - Forte do Outão




Foto Victor Nogueira - PNA - Forte do Outão e estuário do Rio Sado



Foto Victor Nogueira - PNA - Forte do Outão e estuário do Rio Sado



Foto Victor Nogueira - PNA - Forte do Outão (pedra de armas)



Foto Victor Nogueira - PNA - Forte do Outão e estuário do Rio Sado - praia privativa do Hospital Ortopédico


Foto Victor Nogueira - estuário do Rio Sado (visto do Forte do Outão). O estuário faz parte do Clube das Mais Belas Baías do Mundo e encontra-se parcialmente integrado na Reserva Natural do Estuário do Sado



foto Victor Nogueira - Serra da Arrábida e Estuário do Sado


Praia da Figueirinha


Foto Victor Nogueira - praia da Figueirinha

Estuário do Rio Sado e Tróia


Foto Victor Nogueira - Setúbal - forte de S. Filipe, estuário do Rio Sado e Península de Tróia

Sem comentários: